Seguidores

quarta-feira, 15 de maio de 2013

PRECES E ANJOS



Estudos científicos documentam os benefícios curativos da prece.
Alguns estudos descobriram que uma pessoa que reze pela sua saúde, ou alguém que reze pedindo por ela, tem mais probabilidades de sobreviver a uma doença grave, precisa de menos medicamentos para as dores e cura-se mais rapidamente. Qualquer prece, de qualquer religião, tem um efeito significativo  até certo ponto positivo para a saúde.


Cientistas consideram meros pensamentos positivos como a causa, enquanto estudos sobre preces foram levados a cabo sobre crianças, plantas e animais que não sabem que estão a ser alvo de uma prece.

ALGUNS EXEMPLOS

Um estudo realizado em 2001, no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia do New York’s Prebyterian Hospital, descobriu que as mulheres que estavam a ser tratadas com transferências de embriões de fertilização in vitro tinham mais possibilidade de engravidar se houvesse quem rezasse por elas. O estudo foi feito sob anonimato. Médicos, mulheres e investigadores desconheciam por completo quem estava a ser alvo de preces.


Outro estudo realizado em 1988 no San Francisco General Hospital, revelou que 192 doentes coronários, que tinham sido alvo de preces, passados alguns meses tinham menos incidentes relacionados com falhas cardíacas e exigiam menos medicação do que os 201 doentes por quem não se rezou.


Um outro estudo, revelou uma redução significativa dos sintomas de artrite reumatóide em doentes por quem se rezou, quando comparados com outros que não foram alvos de qualquer prece.

Ainda sobre as preces é interessante verificar que quando se forma uma corrente entre familiares e amigos ou a quem se pediu para formar uma corrente de oração, a cura ocorre mais rapidamente, mesmo em casos muito graves.
Tenho experiência de vários casos destes e por isso sempre que sei que posso ajudar com uma prece, só ou juntando-me a um grupo de pessoas para fazermos uma corrente de oração para determinada pessoa que se encontra enferma, não hesito.

CURAS INESPERADAS

Quando rezamos por alguma coisa, o melhor é não dizer como queremos que as nossas preces sejam atendidas. Ao pedirmos para que seja feita desta ou daquela maneira estamos a criar uma limitação e não deixamos que a sabedoria divina actue da forma que achar mais benéfica.
Orando com intenções claras, como no artigo anterior referi, ficamos muitas vezes surpreendidos com as curas a que assistimos.
Sempre que faço uma prece acrescento no fim da oração: que seja feita a vontade Divina e que seja cumprido o Plano Divino da pessoa por quem faço a prece.
Dou assim liberdade aos seres Divinos para fazerem o que tem de ser feito.

Um anjo muitas vezes manifesta-se através da luz e por isso acredito que a luz será também uma ajuda preciosa que se pode juntar à prece. 

A prece e a luz, em união e perfeita liberdade podem ajudar na cura de doenças graves e também doenças crónicas.

A fé com que proferimos as nossas orações e afirmações dia após dia, semana após semana ajudam a alcançar a cura.
Muitas vezes pensamos que se a nossa prece não é ouvida nos primeiros dias é porque nunca será ouvida e por isso deixamos de orar.
Se pensarmos um pouco podemos concluir que um doente grave tem de ir recuperando dia após dia e só ao fim de algum tempo se vão verificar as melhoras.
Tudo depende do número de pessoas que estão a orar, a sua fé (acreditar que é possível a cura), a sua intenção e a liberdade que dão aos seres divinos.
Por isso é importante seguir a orientação divina.
Não basta simplesmente rezar e esperar pelos resultados.
Em resultado das preces são-nos dadas instruções interiores, sob a forma de pensamentos repetitivos, sentimentos, palavras secretas ou mesmo visões.
Quando estamos atentos a isso e seguimos certos sinais estamos a juntar as nossas preces à acção dos anjos e assim a tornar possível uma cura mais rápida.
Precisamos acreditar que nunca estamos sós nesta nossa passagem pela Terra e que as mensagens chegam até nós por diversas formas.
Podem ser por visões, em sonhos, por pensamentos, por palavras proferidas por pessoas que estão a conversar connosco ou por alguma frase que se lê num livro, num jornal ou revista.
Em todo o lado está uma mensagem e quando estamos preparados vamos conseguir perceber isso.
Estar em contacto diário com os anjos é permitir que eles nos ajudem em todos os momentos da nossa vida.

PRECES ATENDIDAS

Porque motivo determinadas preces são atendidas, enquanto outras parecem não ter resposta?

A razão está para lá da compreensão humana, mas talvez tenha a ver com o seguinte:

- rezar para que alguém sobreviva quando a sua alma escolheu partir;
- não valorizar, não confiar nem seguir a orientação divina que surgem como resposta às nossas preces;
- não valorizar o facto de uma prece ser atendida, porque a resposta surge de uma forma
 diferente da que esperávamos;

- acreditar que só pessoas “especiais” (não nos devemos esquecer que todos somos especiais…uns têm essa consciência e outros não) ou “escolhidas” vêm as suas preces atendidas.


Depois  do que aqui foi dito não nos podemos esquecer que, mesmo que não pareça, as nossas preces são sempre atendidas. E não devemos ter medo de pedir ajuda celeste com frequência.
Ao pedirmos aos seres divinos com insistência pela sua ajuda não estamos a incomodar, estamos sim a permitir que a sua ajuda chegue até nós e acreditem que ELES se sentem felizes.
 
http://opoderdosanjos.blogspot.com.br/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...