Seguidores

sábado, 15 de dezembro de 2012

Querubim - Os Guardadores dos Registros Sagrados - Jophiel é o seu líder. Seu príncipe é Raziel, o Anjo dos mistérios


Querubins - Anjos que refletem a sabedoria divina, aliada ao temperamento jovial



Querubim (do Hebraico כרוב - "keruv" ou do plural כרובים - keruvim) é uma criatura sobrenatural, espiritual, mencionada várias vezes no Tanach (ou o Antigo Testamento), em livros apócrifos e em muitos escritos judaicos.

Em uma das interpretações, os querubins seriam anjos em segundo lugar na hierarquia celeste, logo abaixo dos Serafins.

Numa visão moderna, tendo uma origem em parte do Judaísmo, o querubim é um ser em forma de um bebê alado que estava sobre Propiciatório da Arca da Aliança, sendo este ponto de vista anacrônico em relação a estes seres, originada do Renascimento, já que, como bem relatou o historiador judeu Flávio Josefo, a representação dos querubins tinha sido esquecida já no século I d.C..

A origem do nome "querubim" (keruv em Hebraico) ainda é obscura.
Alguns pesquisadores defendem que sua raíz está na palavra babilônica "karabu", significando "um ser abençoado, bendito". Outros defendem que sua origem está no nome do deus assírio "Kirabu", cuja representação é de um ser com aparência humana com corpo de um touro alado. A tradução hebraica mais próxima é Keruv (repolho), que enfatiza "invólucro" e "envolver", pois Deus se acomoda "no meio" dos querubins.

Os querubins na Bíblia

As descrições bíblicas variam sobre esta criatura, mas em geral todas descrevem-na como uma ser alado combinando partes humanas e animais, especialmente de touros. No livro de Gênesis, querubins, são designados por Deus para guardar o caminho para a Árvore da Vida, ao oriente do Jardim do Éden, armados com espadas flamejantes.

"O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. E havendo lançado fora o homem, pós querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida." (Gen. 3: 23-24)

O livro de Êxodo testemunha que figuras dos querubins ornamentavam as cortinas do Tabernáculo. "O tabernáculo farás de dez cortinas de linho fino torcido, e de estofo azul, púrpura, e carmesim; com querubins as farás, obra de artífice. (Ex. 26: 1)
Sobre o Propiciatório, a tampa que cobria a Arca da Aliança, haviam duas esculturas de querubins. No Templo de Salomão foram escupidas, da madeira de oliveiras, mais duas representações de querubins cobertas por ouro puro. Essas esculturas, que foram colocadas ao lado da Arca para guardá-la, mediam 10 côvados (aproximadamente 5 metros) de altura. A Arca Santa se encontrava no Santo dos Santos, lugar esse onde o Deus de Israel aparecia entre os querubins.


Numa época mais anterior, quando Deus aparecia fisicamente, os querubins constituíam um tipo de carruagem divina, como é descrito no livro de Salmos e de Samuel: "E montou num querubim, e voou; sim, voou sobre as asas do vento." (Sal. 18; 10) - "E subiu sobre um querubim, e voou; e foi visto sobre as asas do vento." (II Sam. 22; 11).

O profeta Ezequiel descreve uma outra figura de querubim que, aparentemente, tem uma origem da cultura popular. Os querubins mostrados no livro do profeta são de quatro cabeças - uma de leão, uma de touro, uma de águia e uma de homem - com características comuns entre eles: corpo e mãos humanas, pés de bezerro e asas.(TETRAMORFO)
   
         

Estas são as palavras de Ezequiel:
E aconteceu no trigésimo ano, no quarto mês, no quinto dia do mês, que estando eu no meio dos cativos, junto ao rio Quebar, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus. No quinto dia do mês, no quinto ano do cativeiro do rei Joaquim, Veio expressamente a palavra do SENHOR a Ezequiel, filho de Buzi, o sacerdote, na terra dos caldeus, junto ao rio Quebar, e ali esteve sobre ele a mão do SENHOR.

Olhei, e eis que um vento tempestuoso vinha do norte, uma grande nuvem, com um fogo revolvendo-se nela, e um resplendor ao redor, e no meio dela havia uma coisa, como de cor de âmbar, que saía do meio do fogo. E do meio dela saía a semelhança de quatro seres viventes. E esta era a sua aparência: tinham a semelhança de homem.
E cada um tinha quatro rostos, como também cada um deles quatro asas. E os seus pés eram pés direitos; e as plantas dos seus pés como a planta do pé de uma bezerra, e luziam como a cor de cobre polido. E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro lados; e assim todos quatro tinham seus rostos e suas asas. Uniam-se as suas asas uma à outra; não se viravam quando andavam, e cada qual andava continuamente em frente. E a semelhança dos seus rostos era como o rosto de homem; e do lado direito todos os quatro tinham rosto de leão, e do lado esquerdo todos os quatro tinham rosto de boi; e também tinham rosto de águia todos os quatro. Assim eram os seus rostos.

As suas asas estavam estendidas por cima; cada qual tinha duas asas juntas uma a outra, e duas cobriam os corpos deles. E cada qual andava para adiante de si; para onde o espírito havia de ir, iam; não se viravam quando andavam. E, quanto à semelhança dos seres viventes, o seu aspecto era como ardentes brasas de fogo, com uma aparência de lâmpadas; o fogo subia e descia por entre os seres viventes, e o fogo resplandecia, e do fogo saíam relâmpagos; E os seres viventes corriam, e voltavam, à semelhança de um clarão de relâmpago. E vi os seres viventes; e eis que havia uma roda sobre a terra junto aos seres viventes, uma para cada um dos quatro rostos. O aspecto das rodas, e a obra delas, era como a cor de berilo; e as quatro tinham uma mesma semelhança; e o seu aspecto, e a sua obra, era como se estivera uma roda no meio de outra roda. Andando elas, andavam pelos seus quatro lados; não se viravam quando andavam. E os seus aros eram tão altos, que faziam medo; e estas quatro tinham as suas cambotas cheias de olhos ao redor. E, andando os seres viventes, andavam as rodas ao lado deles; e, elevando-se os seres viventes da terra, elevavam-se também as rodas.

Para onde o espírito queria ir, eles iam; para onde o espírito tinha de ir; e as rodas se elevavam defronte deles, porque o espírito do ser vivente estava nas rodas. Andando eles, andavam elas e, parando eles, paravam elas e, elevando-se eles da terra, elevavam-se também as rodas defronte deles; porque o espírito do ser vivente estava nas rodas. E sobre as cabeças dos seres viventes havia uma semelhança de firmamento, com a aparência de cristal terrível, estendido por cima, sobre as suas cabeças. E debaixo do firmamento estavam as suas asas direitas uma em direção à outra; cada um tinha duas, que lhe cobriam o corpo de um lado; e cada um tinha outras duas asas, que os cobriam do outro lado. E, andando eles, ouvi o ruído das suas asas, como o ruído de muitas águas, como a voz do Onipotente, um tumulto como o estrépito de um exército; parando eles, abaixavam as suas asas.

E ouviu-se uma voz vinda do firmamento, que estava por cima das suas cabeças; parando eles, abaixavam as suas asas. E por cima do firmamento, que estava por cima das suas cabeças, havia algo semelhante a um trono que parecia de pedra de safira; e sobre esta espécie de trono havia uma figura semelhante à de um homem, na parte de cima, sobre ele. E vi-a como a cor de âmbar, como a aparência do fogo pelo interior dele ao redor, desde o aspecto dos seus lombos, e daí para cima; e, desde o aspecto dos seus lombos e daí para baixo, vi como a semelhança de fogo, e um resplendor ao redor dele. Como o aspecto do arco que aparece na nuvem no dia da chuva, assim era o aspecto do resplendor em redor.

Este era o aspecto da semelhança da glória do SENHOR; e, vendo isto, caí sobre o meu rosto, e ouvi a voz de quem falava. (Eze 1:1-28)




Os Querubins no Templo

Os querubins que existiam no Templo (ao lado da Arca Santa) eram de fato representações de animais (touro ou leão) com um par de asas estendidas, que cobriam só a parte inferior do Debir (um dos nomes hebraicos para Santo dos Santos, a área mais interior do Templo que, provavelmente, tinha uma elevação em relação ao chão do Templo) e então Deus, invisivelmente, sentava sobre elas e acomodava seus pés sobre a Arca da Aliança.

As figuras dos querubins que existiam no Primeiro Templo não eram obras extraordinárias, aberrantes. De acordo com ó texto bíblico, eram figuras comuns que adornavam as paredes do Templo:

"E todas as paredes da casa, em redor, lavrou de esculturas e entalhes de querubins, e de palmas, e de flores abertas, por dentro e por fora." (I Reis 6; 29).

Adornavam as portas do Santuário: "Também as duas portas eram de madeira de oliveira; e lavrou nelas entalhes de querubins, e de palmas, e de flores abertas, os quais revestiu de ouro; também estendeu ouro sobre os querubins e sobre as palmas." (I Reis 6; 32).

E o Templo em geral: "35 E as lavrou de querubins e de palmas, e de flores abertas, e as revestiu de ouro acomodado ao lavor." (I Reis 6; 35).
Seres e querubins adornavam o Templo abundantemente, dando a entender que eram figuras bem conhecidas entre o povo e para os artesãos que as criaram. Então, para identificar uma provável aparência dos querubins, é necessário buscarmos seus paralelos nas artes e culturas síria-canaanita em centenas de anos.
A Identificação da Aparência dos Querubins

Uma das poucas bases fundamentais e certas da aparência de um querubim que chegou a nós é que ele é um ser alado, com asas. Portanto, partindo deste ponto, podemos encontrar representações de animais ou seres híbridos com parte de animais que tem, sem dúvida, alguma relação com os querubins bíblicos. Na Assíria achava-se o Kirubu, expressão que designa um touro alado, achado em vários templos mesopotâmicos antigos.


Adicionalmente a este ser, encontra-se outro em forma de um leão alado (chamado “shedu” ou “lamassu”) que só não serviam como adorno nas paredes e portas dos templos, mas eram achados em pares (de leões ou touros alados), servindo também como guardas postos na entrada dos templos mesopotâmicos. É provável então a leitura do termo “keruvim araiot” (querubins-leões) como uma expressão hebraica relacionada a figura em forma de leão (shedu), ao contrário do querubim na forma de um touro (kerubu).



Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Querubins


Os Querubins possuem o poder do conhecimento. São representados com penas de pavão, que simbolizam o seu poder onisciente. Jophiel é o seu líder.

Jophiel é dito no folclore judaico como um companheiro para o Anjo Metatron (Príncipe da Divina Presença),[1] e um dos chefes do coro de Querubins.

Se ele é um querubim ou um Trono então ele é também um "príncipe dos céus" encontrado na lei judaica e é um zelador dos sete céus e os coros angelicais. Iofiel está listado como um príncipe da Torá (Lei Divina) e igual a Yefefiah.[1]
1. ^ a b Davidson, Gustav (1967), A Dictionary of Angels, Incluindo The Fallen Angels, Entrada: Iofiel, P. 150, Library of Congress Catalog Card Number: 66-19757


Os querubins são conhecidos como os guardadores dos registros sagrados e ajudam para que o plano divino seja cumprido. Dizem que são os guardiões da luz e das estrelas. Não confundir com os querubins crianças. Seu príncipe é Raziel, o Anjo dos mistérios. Reside em Chochmak, o império das idéias puras. É o príncipe do conhecimento e guardião de originalidade.

Categoria Querubins

As pessoas que são da qualidade Querubins são extremamente emotivas (choram por qualquer coisa), têm sentimentos profundos e estáveis. Não sabem disfarçar quando não gostam de alguém. Tímidos, generosos, carinhosos, amigos leais, sabem ouvir confidências com atenção. Não tem apego ao dinheiro e gostam de usá-lo para ajudar as pessoas.

Têm forte caráter e senso estético. Gozam de boa saúde e normalmente são do tipo "rechonchudos". São ótimos pais e mães. É o melhor dos cônjuges. Demoram um pouco para se casar, porque na adolescência sofreram um pouco pela interferência de regras moralistas ou tradicionais que os pais impuseram.

Adoram olhar para as pessoas quando estão na rua, o que pode incomodar quem os acompanha. Olham com curiosidade, como crianças e depois revelam seu bom humor, fazendo comentários engraçados. Muito generosos, adoram presentear, mas não são bons para datas ou nomes. Não gostam de horários e estão sempre atrasados.

Nome dos Anjos da Categoria Querubins
san-serif"">Categoria
Querubins

HAZIEL
28
de Março

09
de Junho

21
de Agosto

02
de Novembro

14
de Janeiro

ALADIAH
29
de Março

10
de Junho

22
de Agosto

03
de Novembro

15
de Janeiro

LAOVIAH
30
de Março

11
de Junho

23
de Agosto

04
de Novembro

16
de Janeiro

HAHAHIAH
31
de Março

12
de Junho

24
de Agosto

05
de Novembro

17
de Janeiro

YESALEL
01
de Abril

13
de Junho

25
de Agosto

06
de Novembro

18
de Janeiro

MEBAHEL
02
de Abril

14
de Junho

26
de Agosto

07
de Novembro

19
de Janeiro

HARIEL
03
de Abril

15
de Junho

27
de Agosto

08
de Novembro

20
de Janeiro

HEKAMIAH
04
de Abril

16
de Junho

28
de Agosto

09
de Novembro

21
de Janeiro



9o Gênio - HAZIEL (28/Mar - 09/Jun - 21/Ago - 02/Nov - 14/Jan) SALMO 24

Este Anjo ajuda a obter a graça de Deus. Domina a bondade e a reconciliação, influencia sobre as promessas feitas de forma sincera e facilita os ganhos de causa para as pessoas inocentes.
As pessoas sob a influência deste Anjo tem a proteção das pessoas mais velhas e influentes, por sua atuação brilhante na realização de trabalhos importantes.

Nos momentos mais difíceis, contará com a providência divina. Leal, companheiro, grande amigo, em seu íntimo impera a nobreza de caráter. Seu crescimento é contínuo e tem certeza que apesar dos obstáculos, sempre obterá um merecido triunfo sobre qualquer situação. Perdoa sempre, mesmo as ofensas mais graves, transmutando para positivo o karma negativo que possa ser acumulado. Aprecia a arte e a beleza e será um protetor do mundo do cinema. Sua espiritualidade será alcançada através da consciência.

Gênio Contrário: Domina a raiva, a arrogância e a mistificação. A pessoa que se deixa dominar por este Anjo contrário poderá comercializar as ciências espirituais, trocar proteção por favores sexuais e incentivar, através de seus escritos, manifestações violentas na sociedade.

Número de sorte: 8
Mês de mudança: agosto
Carta do tarô: A justiça
Está presente na Terra: de 2:40 às 3:00 da manhã



10º Gênio - ALADIAH (29/Mar - 10/Jun - 22/Ago - 03/Nov - 15/Jan) SALMO 32
Este Anjo é invocado contra as doenças e as maldades. Quem nasce sob esta proteção, tem bom coração. É correto em seus empreendimentos, frequentará a melhor das sociedades e terá uma vida social intensa. Será um Anjo na Terra. Compreensivo, reservado e dedicado à pessoa amada.

Dotado de grande imaginação, auto confiança, flexibilidade e capacidade de escolher sempre o melhor caminho ou oportunidade. Trabalhará muito e não medirá esforços para que se viva numa sociedade mais justa. Será uma pessoa portadora de harmonia, cuidando bem do corpo, pois seu lema é "corpo são em mente sã".

Gênio Contrário: Domina a inibição, a negligência, a tendência à droga, álcool e tabagismo. Poderá acobertar crimes e receptar contrabandos.

Número de sorte: 5
Mês de mudança: maio
Carta do tarô: O papa
Está presente na Terra: de 3:00 às 3:20 da manhã


11º Gênio - LAOVIAH (30/Mar - 11/Jun - 23/Ago - 04/Nov - 16/Jan) SALMO 17
Este Anjo influencia a se obter graças pelo seu talento natural. Quem nasce sob esta proteção será célebre por seus atos, melhorando sua personalidade a cada nova experiência vivida. Possui uma enorme capacidade para amar. Será uma pessoa de sucesso e terá estabilidade financeira.

Apaixonado por filosofia, compreenderá facilmente o mundo dos elementais. Enfrentará grandes desafios, tanto na vida sentimental quanto na vida profissional.

Gênio Contrário: Domina a indelicadeza, a ambição, a precipitação e o ciúme. A pessoa dominada por este gênio contrário não saberá respeitar a vitória dos outros, podendo usar de calúnia para eliminar seus concorrentes. Terá um exagerado amor por si mesmo, com forte tendência ao narcisismo.

Número de sorte: 7
Mês de mudança: julho
Carta do tarô: O carro
Está presente na Terra: de 3:20 às 3:40 da manhã


12º Gênio - HAHAHIAH (31/Mar - 12/Jun - 24/Ago - 05/Nov - 17/Jan) SALMO 9

Este Anjo atua fortemente contra os adversários e faz revelações, principalmente em sonhos, de todos os mistérios ocultos. Quem nasce sob esta influência tem a personalidade forte, sagaz, espiritual e discreta. Sua fisionomia é agradável e suas maneiras amáveis.

É sereno, cordial e age com moderação e equilíbrio. Tem uma grande felicidade interna e compreende o mundo e as pessoas com grande facilidade. Sua missão na Terra será fazer com que as pessoas estudem e atinjam o conhecimento através dos livros. Terá um forte sentimento fraternal e um dom especial para cuidar das pessoas abandonadas em casas de repousos e asilos.

Será especialista em acalmar pessoas quando estão nervosas. Sua voz interior estará sempre sincronizada com as leis do Universo. Fará sucesso no mundo esotérico, pois a magia será uma coisa natural em sua vida. Terá apreço pelas ciências esotéricas e principalmente as orientais. Conseguirá ver naturalmente a aura das pessoas. Seu relacionamento com o sexo oposto será fácil, devido a seu enorme carisma e beleza exuberante.

Gênio Contrário: Domina a indiscrição, a deliquência e a disponibilidade sexual. A pessoa sob a influência deste gênio poderá usar alucinógenos, como meio para atingir o êxtase espiritual. Poderá abusar da confiança das pessoas, principalmente mulheres, molestando-as sexualmente. Seu refinamente será uma mentira para atrair suas vítimas.

Número de sorte: 5
Mês de mudança: maio
Carta do tarô: O papa
Está presente na Terra: de 3:40 às 4:00 da manhã



13º Gênio - YESALEL (01/Abr - 13/Jun - 25/Ago - 06/Nov - 18/Jan) SALMO 97

Este Anjo facilita nas amizades e atua na felicidade conjugal. Auxilia na fácil compreensão de todas as situações. Quem nasce sob sua influência tem memória prodigiosa, intelectualidade perfeita e grande capacidade para entender tudo de forma lógica, mesmo os assuntos místicos ou religiosos.

Será fiel na demonstração de amor a uma única pessoa. Sua grande habilidade para aceitar a vida como ela é, sem nunca reclamar de nada, fará com que esteja sempre rodeado de amigos aos quais compreende e não julga. Seu corpo espiritual funciona com perfeição.

Gênio Contrário: Domina o capricho, a tirania, a mentira, a frieza, a ignorância, o erro e a incoerência. Tem um enorme prazer em ver casais separados e a desunião da família.

Número de sorte: 6
Mês de mudança: junho
Carta do tarô: Os enamorados
Está presente na Terra: de 4:00 às 4:20 da manhã


14o Gênio - MEBAHEL (02/Abr - 14/Jun - 26/Ago - 07/Nov - 19/Jan) SALMO 9

Anjo da justiça, da verdade e da liberdade, livra as pessoas que se sentem prisioneiras ou deprimidas, protege os inocentes e faz conhecer a verdade. Quem nasce sob esta influência será um codificador de sonhos, conhecedor das leis materiais e espirituais, que pratica sem utopia. Sempre portador de boas notícias, será um magnífico defensor, de forma desinteressada, das pessoas inocentes.

Às vezes, terá forte impressão de que está vivendo algo que já aconteceu em outra dimensão, ou mesmo em outra vida. Não perderá tempo com futilidades e será sempre o centro das atenções por sua sabedoria, bom senso, serenidade e intuição. O Anjo da guarda pede que mostre este conhecimento, um legado de outras encarnações, para as pessoas que necessitam de ajuda. Para isso, terá o dom da oratória, forte capacidade de escolha e discernimento.

Gênio Contrário: Domina a calúnia e a habilidade de mentir. Falará de uma ligação com o mundo astral, que não existe. Será um especialista em divórcios, autor de leis duras que exigem sacrifícios.

Número de sorte: 6
Mês de mudança: junho
Carta do tarô: Os enamorados
Está presente na Terra: de 4:20 às 4:40 da manhã



15o Gênio - HARIEL (03/Abr - 15/Jun - 27/Ago - 08/Nov - 20/Jan) SALMO 93
Este Anjo é invocado contra os incrédulos da religião. Sua influência está ligada aos sentimentos religiosos, que se distinguem pela pureza. Ajuda a descobrir tudo o que é útil e novo, protegendo as ciências e as artes. Quem nasce sob sua influência, é simples mas refinado para os valores materiais e sociais.

Irresistivelmente perfeito, terá tendência a estudos das ciências esotéricas, organizando associações, promovendo conferências ligadas ao assunto e trabalhando para instituir a legalização das atividades esotéricas ou alternativas. Terá grande iluminação que acontece de modo consciente, instituindo ritos e costumes que poderão contribuir para a expansão da espiritualidade. Terá poder para as invocações mágicas.

Deterá sobre si, na Terra, uma autoridade e uma inteligência analítica extraordinárias. Será possuidor de um forte sentimento de justiça. Realista, estará sempre com os pés no chão. Estará sempre bem humorado, mostrando que a vida é simples sem dificultá-la. Uma ano seu comparado ao de qualquer pessoa equivale a cinco anos vividos.

Gênio Contrário: Domina os cataclismas e as guerras de religião. Influencia os hereges na propagação de métodos perigosos. A pessoa sob a influência deste gênio contrário, terá percepção individual e egoísta da espiritualidade, podendo intitular-se guru ou guia espiritual, formando grupos para se fazer adorar.

Rituais Angélicos - Você poderá contatar Anjos através dos rituais de ancoragem, cartas, solicitações, na canalização através da meditação e em suas preces.

Número de sorte: 12
Mês de mudança: dezembro
Carta do tarô: O enforcado
Está presente na Terra:de 4:40 às 5:00 da manhã


16o Gênio - HEKAMIAH (04/Abr - 16/Jun - 28/Ago - 09/Nov - 21/Jan) SALMO 87

Este Anjo protege as pessoas que ocupam posições de comando. Ajuda a combater os tratantes, obter vitórias e libertar os oprimidos. Interfere na coragem e fidelidade. Pessoas sob sua influência terão uma aura natural de paz. Sua sinceridade é refletida através da nobreza e autoridade da sua personalidade e prestígio. Fiel a seu juramento, tem caráter franco, leal e bravo, suscetível às questões de honra.

Querido por todos, será sempre respeitado pela sensibilidade que possui. Gostará de estar sempre mudando tudo, desde a posição dos móveis, restauração e pintura de sua casa, até a aparência física com a qual tem muito cuidado e atenção. Muito sensual, apreciará guardar imagens dos seus amores, como exteriorização dos sentimentos do passado.

Gênio Contrário: Domina as traições, a infidelidade, a sedução e a rebelião. Poderá fazer uso de cartas anônimas e envolver-se em tramas na vida familiar. Hipnotizador, médium consciente, poderá usar práticas orientais para arruinar o que as pessoas consideram santo ou religioso.

Número de sorte: 7
Mês de mudança: julho
Carta do tarô: O carro
Está presente na Terra: de 5:00 às 5:20 da manhã


Fonte: http://www.misteriosantigos.com/Links/querubins.htm

Número de sorte, Mês de mudança,Carta do tarô, presença na terra:Texto extraído livro Anjos Cabalísticos  de Monica Buonfiglio





Conheça melhor o seu ANJO
PEDRAS, VELAS, FLORES E SEU AUXÍLIO!

clique aqui





ARCANJO REITOR RAZIEL
Os CHERUBINS - OFANIM
(As Rodas que Voltam)

Arcanjo Raziel
Categoria : Querubim
"Anjos dos Mistérios"

"Seu nome significa Segredos de Deus.
Guardião do conhecimento e da originalidade.
Habita Chokmah, o reino das idéias puras.
Orienta as Musas que nos inspiram com idéias originais e pensamentos de puro conhecimento e sabedoria."

Fonte: www.abranregionalcentro.com.br/arcanjos_anjos.htm



ANJO DA RESSUREIÇÃO

Raziel, Arcanjo Raziel
Raziel, Arcanjo Raziel
Foi Ele quem avisou
Maria Madalena
Teu Mestre ressuscitou
Raziel, Arcanjo Raziel
Raziel, Arcanjo Raziel
Das alturas Ele desceu

Maria Madalena
Nosso Mestre renasceu
Se prepare minha Irmã
Nova Lei vai começar
O que Ele plantou
O Novo-Homem colherá
Se preparem os Apóstolos
A Nova Era vai chegar
Na presença da Mãe-Divina
O nome da tua Alma vai brilhar




A Ressurreição de Jesus

1: E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
2: E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela.
3: E o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como neve.
4: E os guardas, com medo dele, ficaram muito assombrados, e como mortos.
5: Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
6: Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.
7: Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que eu vo-lo tenho dito.
8: E, saindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos seus discípulos.
9: E, indo elas a dar as novas aos seus discípulos, eis que Jesus lhes sai ao encontro, dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram.
10: Então Jesus disse-lhes: Não temais; ide dizer a meus irmãos que vão à Galiléia, e lá me verão.
11: E, quando iam, eis que alguns da guarda, chegando à cidade, anunciaram aos príncipes dos sacerdotes todas as coisas que haviam acontecido.
12: E, congregados eles com os anciãos, e tomando conselho entre si, deram muito dinheiro aos soldados,
13: Dizendo: Dizei: Vieram de noite os seus discípulos e, dormindo nós, o furtaram.
14: E, se isto chegar a ser ouvido pelo presidente, nós o persuadiremos, e vos poremos em segurança.
15: E eles, recebendo o dinheiro, fizeram como estavam instruídos. E foi divulgado este dito entre os judeus, até ao dia de hoje.
16: E os onze discípulos partiram para a Galiléia, para o monte que Jesus lhes tinha designado.
17: E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram.
18: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
19: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
20: Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
(Mateus, 28)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...